PARABÉNS AEFA!

A AEFA – Associação Espírita Francisco de Assis, instituição sexagenária, chega neste mês de outubro, aos 68 anos de fundação. Em sua trajetória acumulou histórias de realizações profícuas sob o amparo e orientação do Plano Espiritual de onde vem recebendo, inequivocamente, orientações inspiradas aos seus dirigentes.

Desde o seu início voltada para o atendimento fraterno da então pequena comunidade onde se inserira, a Casa recebeu, de tempos em tempos, sensíveis acréscimos de atividades patrocinadas pelos seus mentores e que produziram mais dilatado alcance para o reconforto e renovação das pessoas que buscavam, nela, a palavra esclarecedora e a ação do passe para minorar seus sofrimentos.

Com sacrifício financeiro, mas sempre secundada pela ajuda material de seus médiuns trabalhadores e de frequentadores simpatizantes com a Causa, ampliou os espaços de atendimento e desdobrou serviços em benefícios da comunidade: aulas da Codificação, programação efetiva de palestras edificantes proferidas por especialistas sobre os mais variados temas, evangelização infantil e juvenil, atendimento fraterno à população em situação de rua além da Campanha do Quilo que é um dos mais antigos serviços de atendimento social oferecido ao seu público.

Ao longo do tempo, nesses 67 anos, viu a expansão do seu quadro de trabalhadores, prestadores de serviços espirituais e sociais, tanto no plano material quanto no espiritual. Alguns dos membros de sua equipe de sustentação nas diversas áreas de trabalho hoje oferecidas, são pessoas que chegaram à Casa na condição de aflitos que, após algum tempo, tornaram-se membros efetivos que aderiram à Doutrina para dar o mesmo atendimento e conforto que receberam a quem chega na AEFA na condição de sofredor ou inquiridor, isto é, buscando esclarecimentos.

No cenário futuro de renovação de almas desenhado pelo Consolador Prometido, uma nova onda de Fraternidade e Estudo seria a alavanca para o desabrochar do conhecimento da Vida Espiritual e do entendimento do Evangelho, a Boa Nova. Assim foi efetivamente, pois a partir de abril de 1857, com a publicação de O LIVRO DOS ESPÍRITOS, a Doutrina Espírita começou a distribuir benesses inimagináveis através das palavras dos mensageiros do Além revelando à sociedade terrena a realidade do mundo invisível. Não sem dificuldades, algumas até de natureza jurídica, timidamente foram surgindo casas e mais casas espíritas.

A existência de uma casa espírita e o conjunto fortalecido de trabalhadores a ela vinculados é motivo de júbilo para o Plano Espiritual devido a sempre crescente necessidade de esclarecimentos e orientações bem como de promoção da renovação de considerável parcela do coletivo de pessoas que se movimentam no planeta.

Daí a alegria por mais um ano de vida e trabalho na AEFA, cada vez mais comprometida com as realizações orientadas de Mais Alto pelos arautos do Espírito da Verdade.

Parabéns AEFA! Parabéns a todos os seus trabalhadores e frequentadores.

Luz e Paz!